Bairro de Alfama e Rio Tejo em Lisboa

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Menina, estás à janela (Vitorino)

Fotografia de Paulo Roberto Barbosa


Menina, estás à janela é uma canção portuguesa de origem popular, arranjada e cantada pelo cantor alentejano Vitorino. É uma canção muito simples (cuidado com esta palavra, em espanhol é "sencilla") e muito bonita, e também muito conhecida em Portugal.


MENINA, ESTÁS À JANELA

Menina, estás à janela
com o teu cabelo à lua,
não me vou daqui embora
sem levar uma prenda tua.

Sem levar uma prenda tua,
sem levar uma prenda dela,
com o teu cabelo à lua,
menina, estás à janela.

Os olhos requerem olhos,
e os corações, corações;
e os meus requerem os teus
em todas as ocasiões.

Menina, estás à janela
com o teu cabelo à lua,
não me vou daqui embora
sem levar uma prenda tua.

Sem levar uma prenda tua,
sem levar uma prenda dela,
com o teu cabelo à lua,
menina, estás à janela.